Portal do Governo Brasileiro

Ministério da Defesa

Fundado para ser um órgão de interlocução entre os meios civil e militar, o Ministério da Defesa tem a incumbência de orientar, supervisionar e coordenar as atividades da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Para isso, investe numa capacidade militar de dissuasão que lhe possibilite reagir, não apenas a ameaças externas convencionais, mas também, contra riscos contemporâneos como o terrorismo, o crime organizado transnacional, a pirataria e os ataques cibernéticos.

Para isso, investe numa capacidade militar de dissuasão que lhe possibilite reagir, não apenas a ameaças externas convencionais, mas também, contra riscos contemporâneos como o terrorismo, o crime organizado transnacional, a pirataria e os ataques cibernéticos.

Segundo a Política Nacional de Defesa, a Defesa Nacional é o conjunto de medidas e ações do Estado, com ênfase na expressão militar, para a defesa do território, da soberania e dos interesses nacionais contra ameaças preponderantemente externas, potenciais ou manifestas.

Parte do prestígio da Defesa é fruto dos projetos estratégicos fundamentais ao desenvolvimento do país, como o Programa de Submarinos (Prosub), o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) e o programa FX-2 (caças Gripen NG).

O MD possui, ainda, um viés social diversificado marcado por iniciativas que beneficiam crianças, jovens e adultos, não somente com atividades culturais, mas também com qualificação profissional.

As principais iniciativas sociais da pasta são:

  • Projeto Rondon – parceria entre o Ministério e Instituições de Ensino Superior públicas e privadas, a iniciativa leva cidadania aos municípios com baixos índices de desenvolvimento humano por meio de oficinas que abordam os mais diversos temas (meio ambiente, cidadania, educação e saúde a populações de municípios em vulnerabilidade social);
  • Soldado Cidadão – oferece cursos de capacitação profissional para recrutas que estão próximos de encerrar o serviço militar para que possam ter opções no mercado de trabalho. Com capacitação em áreas como mecânica, panificação, motorista de caminhões e empilhadeiras, eletricista, os soldados têm mais chances de conseguir emprego após deixarem a carreira militar;
  • Forças no Esporte - leva modalidades como judô, natação e atletismo a crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, e ainda prevê reforço escolar e aulas de música e dança;
  • Calha Norte – promove desenvolvimento sustentável na Região Norte do país, levando inclusão e desenvolvimento social para comunidades situadas na fronteira norte por meio da realização de obras estruturantes, como a construção de rodovias, portos, pontes, escolas, creches, hospitais, poços de água potável e redes de energia elétrica.

Saiba mais sobre a participação do Ministério da Defesa nos Jogos Militares

Também é função da Defesa atuar no planejamento e na execução das ações de segurança de grandes eventos, como Jogos Pan-Americanos, Jogos Mundiais Militares, Rio + 20, Copa das Confederações, Jornada Mundial da Juventude, Copa do Mundo, Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Nesses casos, o ministério trabalha com a articulação entre Marinha, Exército e Aeronáutica na defesa de estruturas críticas, como usinas hidrelétricas e nucleares e redes de fornecimento de água; no emprego de militares para apoiar a segurança pública e em caráter de contingência; em ações de defesa química, radiológica e nuclear em estádios e ginásios; antiterrorismo e de segurança cibernética, entre outros.

Saiba mais

Atletas campeões

Veja a lista dos militares brasileiros que já subiram ao pódio nesta edição dos jogos

Agenda de Competições

Fique por dentro das próximas provas das equipes brasileiras nos Jogos Mundiais Militares

Carômetro

Saiba mais sobre a participação do Ministério da Defesa nos Jogos Militares