Portal do Governo Brasileiro

Atletas do judô e do basquete treinam forte para os 6º Jogos Mundiais Militares

Rio de Janeiro, 25/09/2015 - Antes dos 6º Jogos Mundiais Militares da Coreia começarem, dias de muito treino e um evento especial: participar de um desafio contra a equipe da Alemanha, no próximo domingo (27). Esse é o ritmo dos atletas militares do Judô que também integram a Seleção Brasileira do esporte. Eles ainda disputaram, em agosto, o Campeonato Mundial de Judô, no Cazaquistão.

"Praticamente 80% da equipe militar participou do mundial. Os atletas estão vindo numa batida muito boa, do ponto de vista do treinamento", afirma o tenente Maicon Maia, da Marinha, treinador da equipe feminina. Ele acompanhava os atletas durante um treino aberto no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca, hoje pela manhã.

O treinador da equipe masculina, capitão do Exército Rafael Pereira Bezerra, explica que o planejamento dos treinos segue um calendário prevendo os eventos mais importantes, em parceria com a Confederação Brasileira de Judô. Para a 6ª edição dos Jogos Mundiais Militares, a equipe técnica apresentou aos atletas um estudo detalhado dos adversários, com as melhores estratégias para a vitória. "Temos vários países com equipes fortes, a própria Coreia, a Alemanha, a China. A gente espera uma competição de alto nível técnico", ressalta.

Para ajudar os atletas na adaptação ao fuso horário, com 12 horas de diferença, os atletas vão chegar antes de começarem os jogos e farão treinos no mesmo horário das competições nos tatames sul-coreanos.

A atleta e sargento da Marinha Maria Portela conta que treina de segunda a sábado, com horas dedicadas ao trabalho físico, tático e às transições da luta em pé para o solo, com as quedas. Durante a semana, ela também tem tempo reservado para o acompanhamento psicológico. "A gente utiliza várias técnicas para diminuir a tensão, controlar o nervosismo e a ansiedade da luta", detalha. Portela foi ouro nos Jogos Mundiais Militares de 2011, no Rio de Janeiro.

Outra preocupação dos atletas do judô no período de preparação é o controle do peso, feito gradualmente até o dia da luta. O sargento Leandro Cunha, do Exército, vai estrear em nova categoria na Coreia. Em 2011, ele ganhou bronze nos 66 quilos e agora se prepara para tentar nova medalha na categoria de 73 quilos. "Estou fazendo a minha parte, focando nos Jogos Mundiais Militares. Estamos na reta final, o treino é mais para aperfeiçoar a técnica. A parte física é mais uma manutenção mesmo, para o dia da competição”, afirma.

O dia também foi de treino forte da equipe do basquete masculino, na Urca. O time brasileiro estreia contra o Quatar, às 16, no Andong Indoor Gymnasium. O segundo desafio será contra a França e o último jogo da fase contra a Grécia. Os Jogos Mundiais Militares serão realizados de 2 a 11 de outubro e os atletas do judô começam a competir no dia 3. 

Texto: Tenente Larissa Lima, EB
Fotos: Felipe Barra
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071

 

Saiba mais

Brasil nos JMM

Veja a evolução da participação dos atletas militares brasileiros desde a primeira edição, realizada em 1995, na Itália

Defesa e Esporte

Entenda a relação entre o esporte e as Forças Armadas e os caminhos que o Brasil traçou para ser uma potência esportiva militar

Mundial Militar

Entenda a importância dos Jogos Mundiais Militares, um evento que se tornou o terceiro maior evento esportivo do Mundo