Portal do Governo Brasileiro

Atleta do tiro, coronel Julio Almeida conduz bandeira do Brasil na cerimônia de abertura

Mungyeong, 02/10/2015 - “É um orgulho muito grande”. Assim definiu o coronel Julio Almeida, 46 anos, da Força Aérea Brasileira (FAB), o sentimento de conduzir a bandeira nacional do Brasil na cerimônia de abertura dos 6º Jogos Mundiais Militares. No evento, a delegação brasileira desfilou com 200 atletas do Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR), do Ministério da Defesa.

O coronel Julio enfrentou uma verdadeira maratona para chegar a tempo do desfile. “Foram mais de 30 horas de viagem. Cheguei, e do aeroporto vim praticamente direto para a solenidade”, explica.

Medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Toronto, em 2015, o atleta militar é uma das grandes promessas de pódio para o Brasil. “A expectativa é disputar medalhas nas modalidades de pistola fogo central e rápida militar, mas não vai ser fácil”, diz.

Esta é a quarta participação dele nos Jogos Mundiais Militares. Além do Rio 2011, esteve em Hyderabad, Índia (2007), e Catania, na Itália (2003). “Estou vivendo um ano muito feliz. Conquistei o ouro no Pan, que era um sonho antigo, e vamos ver se coroamos com um bom resultado nos Jogos Militares”, previu.

As provas de tiro por equipes começam na próxima segunda-feira (05/10) na cidade de Yeongcheon, a partir das 8h (horário local – 20h de Brasília).

Texto: Tenente Flávio Nishimori, FAB
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61  3312-4071

Saiba mais

Brasil nos JMM

Veja a evolução da participação dos atletas militares brasileiros desde a primeira edição, realizada em 1995, na Itália

Defesa e Esporte

Entenda a relação entre o esporte e as Forças Armadas e os caminhos que o Brasil traçou para ser uma potência esportiva militar

Mundial Militar

Entenda a importância dos Jogos Mundiais Militares, um evento que se tornou o terceiro maior evento esportivo do Mundo