Seu Navegador não suporta JavaScript!
Portal do Governo Brasileiro

Participantes do Campeonato de Basquete do Exército aproveitam eventos paralelos

Brasília, 12/07/2019 - Durante a realização do Campeonato de Basquete do Exército 2019, os participantes contaram com clínica de basquetebol e Dia Cultural. As atividades ocorreram, na quinta-feira (11), no Auditório General-de-Exército Newton de Andrade Cavalcante (GNAC), no Auditório 2H e no Ginásio Ling, da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx).

As clínicas abordaram o jogo tradicional e o 3x3, modalidade que surgiu nas ruas


Pela manhã, ocorreram duas clínicas de basquetebol. Uma sobre o basquete tradicional, no auditório 2H e no Ginásio Leite de Castro, conduzida pelo treinador da equipe profissional do Clube de Regatas Vasco da Gama, Alberto Bial, e outra sobre o 3x3, no Auditório General Newton de Andrade Cavalcante e Ginásio Ling, conduzida por três especialistas na modalidade.

O treinador Bial abordou os fundamentos do basquetebol, sistemas de jogo e preparação física no alto rendimento. Em seguida, conduziu aula prática com sistemas de jogo ofensivo e defensivo.

Em seguida, o Capitão Renato Naste Shirado, especialista em basquete 3x3 pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), foi o primeiro a realizar sua apresentação sobre o basquete 3x3, cujo tema foi “O Basquete 3x3 e suas possibilidades para as Forças Armadas”. Na sequência a árbitra internacional Fernanda Sá abordou as regras da modalidade. Finalmente a clínica de 3x3, o técnico da seleção brasileira, Douglas Lorite, conduziu uma parte prática no ginásio Ling.

O Basquetebol 3x3 é uma modalidade que surgiu das ruas. O que começou como brincadeira de criança e uma “pelada” nos finais de semana hoje se tornou a mais nova modalidade olímpica. A ideia dos eventos de 3x3 é proporcionar ao público um espetáculo que mescla a modalidade esportiva com cultura urbana das periferias do hop hop, do grafite e do skate.

O diferencial dessa modalidade é a simplicidade de como é jogada e pode ser organizada. As equipes não precisam de muita coisa, bastam três ou quatro jogadores e uma equipe já está formada, sendo três titulares e um reserva. A quadra pode ser montada em qualquer lugar com a utilização de apenas uma tabela, isso possibilita que tenham planos de fundo espetaculares quando montadas em lugares turísticos. As equipes atacam e defendem a mesma tabela conforme a posse de bola muda de uma para outra. A partida dura apenas um único quarto de 10 minutos de duração.

Na parte da tarde, ocorreu o tradicional Dia Cultural quando as comissões técnicas e os atletas das Delegações dos Comandos Militares de Área que participaram do Campeonato puderam visitar os pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Participantes da competição visitaram pontos turísticos do Rio de Janeiro


Na ocasião, os participantes estiveram na Praça da Fundação e na Fortaleza de São João Visitaram também o Monumento dos Mortos da 2ª Guerra Mundial, depois seguiram pela orla em direção ao Leblon. Por fim, visitaram o Forte de Copacabana, onde puderam conhecer um pouco mais sobre a participação do Exército Brasileiro na história do Brasil.

Com informações da Comunicação Social do CCFEx

Fotos: Soldado Barros e Soldado Rafael, da Secretaria de Comunicação Social do CCFEx

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071