Seu Navegador não suporta JavaScript!
Portal do Governo Brasileiro

Sargento da Marinha do Brasil ficou em quarto lugar no pentatlo moderno do Pan-Americano de Lima

Faltou pouco para o Brasil conquistar uma medalha no pentatlo moderno do Pan-Americano de Lima. A Sargento da Marinha do Brasil Ieda Guimarães, com 1.307 pontos, ficou em quarto lugar e, por ser a melhor atleta da América do Sul na prova, está classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Depois da natação e da esgrima, a militar atleta estava em quinto lugar na colocação geral. No hipismo, ela foi a terceira colocada e subiu para a vice-liderança geral, atrás da mexicana Mariana Arceo Gutierrez, que acabou conquistando o ouro, com 1392 pontos. Após a corrida e o tiro a laser, Ieda ficou fora do pódio, na quarta colocação. A prata foi para a americana Samantha Achterberg (1338 pontos) e o bronze para a cubana Leydi Lopez (1327 pontos).

A outra brasileira que disputou o pentatlo moderno no Pan foi a Sargento do Exército Isabela de Abreu, que totalizou 1286 pontos e ficou com a sexta colocação. A militar ainda pode conseguir a classificação para Tóquio pelos Mundiais de 2019 e 2020 ou pelo ranking olímpico, e já tem participação garantida nos 7º Jogos Mundiais Militares na China.

No masculino, o Sargento da Força Aérea Felipe Nascimento ficou na 7ª colocação, entre os 32 competidores da sua categoria. E, em outubro, também estará defendendo o Brasil nos Jogos Mundiais Militares.

Foto: Jonne Roriz/COB